TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A VITAMINA D

VITAMINA D- VOCÊ SABIA QUE A VITAMINA D É UM HORMÔNIO?

A Vitamina D é um hormônio lipossolúvel com duas formas principais: vitamina D2 ( ergocalciferol) e vitamina D3 ( colecalciferol). A vitamina D3 é sintetizada na pele em resposta à radiação solar ultravioleta B. Ela pode ser obtida também a partir da dieta (fontes animais, como peixes gordurosos de águas profundas, gema de ovo e fígado bovino) ou suplementos; porém poucos alimentos têm quantidade relevante dessa vitamina.

A vitamina D é essencial para o equilíbrio de diferentes órgãos e funções do organismo. Responsável por regular a absorção de cálcio e fósforo, ela mantêm o cérebro funcionando perfeitamente, além de fortificar ossos, dentes e músculos – inclusive o coração. Importante na prevenção da osteoporose, a vitamina D também pode estar relacionada à expectativa de vida. Estudo publicado na revista científica Archives of Internal Medicine, com mais de 13 mil pessoas, mostrou que níveis de vitamina D abaixo do ideal aumentam o risco de morte por diferentes causas em até 26%.

A descrição recente de que a maioria das células do organismo possui receptores para vitamina D, serviu de base para preconizar seu uso na prevenção de doenças crônicas, como diabetes, câncer, asma, Alzheimer e doenças cardiovasculares.

Como se dosa a vitamina D no sangue?

A vitamina D 3 é convertida em 25-hidroxivitamina ou 25 OHD no fígado e o seu nível é dosado para determinar a quantidade de vitamina D no organismo e determinar sua adequação.

Fatores que influenciam os níveis de 25 OHD:

Raça, exposição ao sol, uso de protetor solar, adiposidade (quantidade de gordura no corpo) e idade. Pessoas com síndromes de má absorção de gorduras e pacientes em pós- cirurgia bariátrica são incapazes de absorver a vitamina D. A forma biologicamente ativa da vitamina D atua principalmente no duodeno (parte do intestino) aumentando a absorção do cálcio. O uso de algumas medicações para convulsões e para controlar o HIV (antirretrovirais), podem diminuir os níveis da vitamina.

Por que a vitamina D não é na verdade uma vitamina?

Vitamina é uma substância cuja presença é essencial para o funcionamento normal do organismo de homens e animais. No entanto, vitaminas não são produzidas diretamente pelo nosso corpo. Na grande parte das vezes, as vitaminas são fornecidas ao nosso corpo pela dieta. Existem 2 tipos de vitamina: aquelas que são solúveis em água (vitamina B) e as que são solúveis em gordura (vitaminas A, D, E e K).

Por que a vitamina D é um hormônio?

Tecnicamente, a molécula chamada de vitamina D3 é na verdade um hormônio, porque pode ser produzido pela PELE através da exposição ao sol. Quando por qualquer razão não ocorre a produção pela pele, existe a necessidade de fazer sua suplementação pela dieta ou através de medicação. A vitamina D também pode ser obtida através da alimentação, porém poucos tem quantidade relevante da vitamina.

Na maioria das pessoas, a síntese cutânea é a principal fonte de vitamina D. Da pele, a vitamina D entra na circulação e é transportada para o fígado, onde ocorre a primeira reação na sua estrutura. Nos rins, ela sofre uma segunda reação e se torna a Vitamina D Ativa (1,25(OH)2D3). A produção da vitamina D Ativa é controlada principalmente pela concentração de Paratormônio (PTH – hormônio produzido pela paratireoide), cálcio e fósforo do sangue.

Portanto gente, mais do que simplesmente uma vitamina, a vitamina D tem inúmeras ações no nosso corpo. E hoje já sabemos que temos receptores para vitamina D em outros lugares como próstata, mama, cólon, pâncreas, coração, cérebro, placenta e células do sistema imune.

Importância da Vitamina D

• Fraturas: a suplementação de vitamina D diminui a incidência de fraturas por osteoporose.

• Dor muscular: a deficiência de vitamina D tem sido reconhecida como causa comum de dor muscular generalizada.

• Quedas: deficiência de vitamina D causa fraqueza muscular e verificou-se diminuição no risco de quedas com suplementação.

• Desenvolvimento cerebral.

• Distúrbios cognitivos: diversos estudos mostraram que problemas cognitivos e de memória são mais comuns em idosos com deficiência de vitamina D.

• Regulação de diversos genes.

• Imunidade/ Doenças autoimunes: a suplementação de vitamina D tem potencial na prevenção de doenças como artrite reumatoide, diabetes do tipo 1, lúpus eritematoso sistêmico e esclerose múltipla.

• Proteção cardiovascular: a vitamina D parece ter efeito cardioprotetor e baixo nível sérico de vitamina D parece ser fator de risco independente para infarto agudo do miocárdio e surgimento de hipertensão arterial.

• Proteção em diversos tipos de câncer: mama, colón, próstata.

Pesquisas sugerem que insuficiência da vitamina D pode resultar da falta e exposição solar e radiação ultravioleta B. A deficiência da vitamina D é definida pela Endocrine Society como 25OHD menor que 20ng/mL, enquanto insuficiência corresponde a valores entre 21 e 29 ng/mL.

O uso de doses altas de Vitamina D tem sido questionado para o tratamento e prevenção de algumas doenças autoimunes como esclerose múltipla. E essa utilização vem sendo muito comentada na internet. POREM JAMAIS FAÇA ISSO SEM ACOMPANHAMENTO MÉDICO E ACOMPANHAMENTO DOS NÍVEIS DE CÁLCIO E FOSFORO NO SANGUE E URINA.

O excesso de vitamina D também pode ser muito prejudicial! Como falamos, ela é um hormônio, e como todo hormônio seus níveis devem ser controlados e otimizados, evitando a falta, mas também o excesso!!

O consumo de uma dose semelhante a dez vezes a quantidade diária recomendada de vitamina D durante vários meses pode causar intoxicação e determinar concentrações elevadas de cálcio no sangue. Os primeiros sintomas de intoxicação com vitamina D são perda do apetite, náuseas e vômitos, seguidos por sede excessiva, aumento da emissão de urina, fraqueza, nervosismo e hipertensão arterial. O cálcio pode depositar-se em todo o organismo, especialmente nos rins, onde pode provocar lesões permanentes.

E você, já dosou seus níveis de vitamina D?

Fontes:

The vitamin D endocrine system. Arq Bras Endocrinol Metab. 2011;55/8

Vitamin D Metabolism, Mechanism of Action, and Clinical Applications. Chemistry & Biology - 13 February 2014. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24529992

Onde estamos?


Alameda dos Maracatins, 1217 conj. 806 - Moema/SP - CEP: 04089-014

Entre em contato

------------------------------------------------------
11 37991414

Agende pelo WhatsApp: 011 97766-9000

------------------------------------------------------
draviviane@endoquali.com.br

Siga a EndoQuali

Acompanhe as dicas
e novidades para a sua saúde.